Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO (actualiz.)

20150416_155309.jpg

 

Hoje foi dia de reunião pública de Câmara...

 

É cada vez mais um acto de pura militância cívica ir a estas reuniões e hoje não podia ser excepção.

 

90% do tempo foi gasto em 'futebóis (litígio em torno do estádio dos Sonhos - ESC 1936), recusa de apoio financeiro ao Alfenense e assuntos afins'.

 

Vou começar pelo 'registo de interesses' politicamente incorrecto que já todos conhecem mas eu quero repetir:

 

Reafirmo que tendo em conta o actual estado de indigência das finanças da Câmara de Valongo e as múltiplas e urgentes carências a que tem de atender, sou frontalmente contra a 'festa e a festança, o financiamento dos futebóis e as actividades afins' de que José Manuel Ribeiro tanto gosta.

 

Posto isto, tenho abertura mental suficiente para reconhecer que quando a actual Câmara de Valongo financia este tipo de actividades e infra-estruturas desportivas em algumas freguesias, cria inevitavelmente expectativas de sinal contrário noutras onde o vazio de investimentos tem sido quase absoluto e que portanto têm todo o direito a serem atendidas de forma equitativa.

 

Eu explico melhor...

 

Se houve dinheiro para os estádios de Valongo, Campo e Sobrado, se há intenção de negociar com o Abílio de Sá o litígio em torno do estádio dos Sonhos com base num pagamento de 300 mil Euros em dinheiro mais dois terrenos em Valongo num valor total superior ou próximo de 1 milhão de Euros, então Alfena nunca perceberá aquilo que José Manuel Ribeiro disse hoje: "a Câmara no momento actual não pode ajudar o Alfenense com 100 mil Euros para a parte que lhe cabe num investimento que candidatou a fundos comunitários e que foram aprovados, num valor de 600 Euros!

 

(Abro um parêntesis, por uma questão de justiça para com o ESC 1936, para dizer que em boa verdade a Câmara não tenciona coisa nenhuma dar à Imosá os tais 300 mil Euros e mais os dois terrenos!

O que José Manuel Ribeiro tem feito, não é mais do que boicotar deliberadamente qualquer hipótese de acordo com Abílio de Sá:

Dizer que o advogado da referida empresa e o próprio empresário andaram a enganar o executivo anterior e que nunca tiveram intenção de fazer um acordo sério, é tão simplesmente romper unilateral e sub-repticiamente as negociações, para depois poder alegar "estão a ver? Eles é que não querem negociar!". Fecho parêntesis).

 

Portanto...

 

Quem pensava que o compadrio e o favorecimento de algumas freguesias em desfavor de outras dos tempos de Fernando Melo tinha acabado com a vitória do projecto MUDAR VALONGO nas eleições de Setembro de 2013 pode começar a interiorizar de forma definitiva - ou pelo menos enquanto José Manuel Ribeiro estiver no poder - que não mudou coisa nenhuma ou se mudou, foi para pior!

 

Ermesinde continuará a assistir à novela "Câmara de Valongo contra Abílio de Sá - 0-0 ao intervalo" e em risco de ser despejado judicialmente a qualquer momento.

O Alfenense esse, se não quiser perder os tais fundos comunitários de 600 mil Euros terá de procurar outro parceiro que não a Câmara para financiar os tais 100 mil de que terá de dispor.

 

João Paulo Baltazar até sugeriu uma possibilidade de arranjar os tais 100 mil Euros que a Câmara diz não ter mas tem.

Bastaria ir ao bolo de 135 mil destinados às obras de acabamento interiore no edifício de Faria Sampaio em Ermesinde e que tão contestadas foram na altura em que foram discutidas na Assembleia Municipal, mas como se trata de Alfena, José Manuel Ribeiro assobiou para o ar e chutou para canto - ou pelo menos pareceu-me...

 

A reunião pública de hoje teve direito à presença de membros da estrutura partidária do PS local.

 

Espero caros amigos, que tenham saído bem elucidados sobre a qualidade do vosso presidente socialista e sobre a forma atamancada como conduz as reuniões de Câmara e gere os interesses do burgo.

_______________

 

PS:

Importa lembrar que Alfena não tem 'estádio municipal'. O principal dinamizador desportivo é o ACA (Atlético Clube Alfenense) e o complexo desportivo que possui foi construído com (quase) nenhuns apoios da autarquia. 

Mesmo não considerando os 'futebóis e afins' prioritários, é difícil não nos revoltarmos com esta desigualdade de tratamento!

publicado às 19:48

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D