Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO DOS 'TRAFICANTES DE URBANISMO'...

Foi uma boa sessão, aquela que ocorreu hoje em Ermesinde, com muito público e intervenções muito vivas - para fazer uma espécie de ponto de situação do período de discussão pública do PDM...

 

Dois entendimentos distintos (e antagónicos) ficaram patentes desde o início - incluindo a própria intevenção do orador convidado o Professor Manuel Miranda - relativamente ao processo participativo dos cidadãos:

Aqueles que defendem um processo aberto e distribuído ao longo de todo o período do processo de revisão, obviamente mais intenso na fase final, mas com a possibilidade de escrutínio e apresentação de contributos desde o início e depois o chamado 'chapa cinco' que é preferido pela esmagadora maioria dos autarcas deste País e pelas equipas técnicas envolvidas e que se traduz num mais ou menos longo período de incubação semi-secreto em que apenas se admitem os 'contributos' dos iluminados especialistas contratados e pagos a peso de ouro, dos tecnico-burocratas municipais e dos pseudo-decisores eleitos que respondem na maioria dos casos a impulsos externos induzidos pelos 'traficantes de urbanismo' que são uma variante 'menos ilegal' dos traficantes de droga, sendo que uns e outros ganham mais ou menos o mesmo.

 

Valongo optou desde o início, isto é, desde há cerca de 14 anos, por este último e a Câmara eleita em Setembro passado, podendo embora ter (ainda) mudado alguma coisa, preferiu manter o esquema corrupto herdado e num caso concreto como o do 'garimpo de Alfena' até o agravou, carreando para a fase final da discussão pública o contrato de urbanização com a Novimovest do Banco Santander e a Jerónimo Martins, sendo que esta última entidade tudo indica de que não passará de uma espécie de 'rebenta-minas' - quem esteve na guerra do 'ultramar' sabe do que falo - ao serviço da prevaricadora Novimovest/Santander.

 

De facto, se o presidente da Câmara acha que vale a pena transformar aquela área em zona industrial, logística ou o que quer que seja, então exproprie os terrenos para esse efeito - começando desde logo, pela área necessária à plataforma da Jerónimo Martins, por forma a impedir a consumação de um acto de corrupção e ao mesmo tempo arrecadar para os depauperados cofres municipais as enormes mais-valias!

 

O crime - e é de crimes que estamos a falar - tem de deixar de compensar e foi essa a tónica dominante das intervenções do público hoje - com uma única excepção. E foram bem duras e sentidas algumas das intervenções do muito público presente!

publicado às 00:09

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D