Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO E O IMPERFEITO 'PREFEITO'...

Captura de ecrã 2014-12-26, às 22.45.06.png

Não queria terminar o ano de 2014 sem me dirigir aos muitos amigos socialistas de Valongo - sobre a lamentável situação que se vive na actual Câmara socialista(?)...

 

(Não, não vai ser uma extensa carta-aberta idêntica à que escrevi há tempos ao 'prefeito' de Vallis Longus: o que tenho a dizer, desta vez digo-o em poucas linhas.

 

Também não é aos conhecidos puxa-sacos, batedores de palmas ou entoadores de hossanas que por aí vão discorrendo nas redes sociais, no boletim municipal ou nos jornais do regime sobre a dita personagem, tentando colorir o cinzento carregado do seu lamentável mandato que eu me dirijo. Esses, tal como o seu ídolo, já não vão lá com cartas-abertas - nem abertas nem fechadas...

Como se fossem feitos de vulgar plasticina, começaram firmes e hirtos - ou de pau feito como diz o Povo - e é vê-los agora esparramados na municipal carpete, deixando-se pisar alegremente pelos verdadeiros donos do poder - os mesmos de sempre, ou dos últimos 20 anos pelo menos, que todos bem sabemos que o poder em Valongo nunca esteve nas mãos dos eleitos!

 

A corrupção parece ter sido misturada com a argamassa do reboco das paredes do condomínio e não vai ser o upgrade do revestimento de Capoto ou da pintura nova e quiçá mais bonita que vão resolver o problema...

 

Dirijo-mo portanto, apenas àqueles que de boa-fé assumiram em 2013 e tal como eu, o compromisso solene de ajudar a Mudar Valongo.  Não preciso de os mencionar explicitamente. Eles saberão que é a eles que me dirijo, dado que estão tão descontentes quanto eu com o lamentável rumo do actual mandato e têm até uma razão acrescida para o seu descontentamento uma vez que o imperfeito 'prefeito' é também o líder da estrutura concelhia do Partido a que pertencem.

 

Um presidente que em mais de um ano de mandato não conseguiu iniciar a prometida rigorosa auditoria aos Serviços, que manteve sem qualquer acção disciplinar interna e em lugares de relevo, técnicos condenados por corrupção no exercício de funções, um presidente que construiu um projecto com base em promessas de ruptura com a florescente corrupção urbanística de Valongo e agora alinha pelo mesmo registo que tanto denunciou, um presidente que tenta dificultar o escrutínio dos 'esqueletos' que prometeu incinerar, negando o acesso a documentos públicos relevantes para evitar que se possam conhecer melhor os contornos de um 'certo garimpo' que ele próprio e na sua anterior incarnação tanto denunciou, um presidente assim não merece que se entoem cânticos e hossanas em relação ao 'espúrio mandato'.

 

Meus amigos socialistas - excluídos os puxa-sacos, batedores de palmas e entoadores de hossanas - nomeadamente aqueles que integram Órgãos municipais ou de Freguesia:

 

Um mandato assim não serve os interesses de Valongo e muito menos, os interesses legítimos do vosso Partido, seguramente empenhado numa nova vitória quiçá até mais expressiva em 2017!

 

O novo PDM de Valongo que se aproxima da fase decisiva com a submissão da proposta final que irá a reunião de Câmara na segunda-feira dia 19 de Dezembro pelas 10:00 horas, a uma próxima Assembleia Municipal, pode e deve ser aprovado sem complexos de vergonha e sem riscos de acções judiciais que só virão complicar (ainda mais) a vida dos valonguenses.

Mas para tal, é absolutamente fundamental que se sacuda primeiro a lama que o desfeia e a corrupção que o inquina, sendo que nunca e em momento algum se poderá aceitar um PDM que conviva alegremente com a monstruosa corrupção em que se traduz a UOPG 06 de Alfena.

 

Falo evidentemente do chamado 'garimpo' da NOVIMOVEST/SANTANDER onde José Manuel Ribeiro quer instalar uma espécie de oásis isento de pecado que dá pelo nome de Plataforma Logística da Jerónimo Martins.

 

Recorrendo a uma conhecida frase com um pequeno toque de vernáculo, é como se fosse possível pegar um monte de merda pelo lado limpo...

 

Pela parte que me toca e como deputado municipal, vou tentar manipular o monturo com pinças e luvas de látex por forma a poder sair da votação com as mãos limpas.

 

Aos meus amigos socialistas que como eu não têm interesses escondidos nem estão aprisionados por fidelidades irracionais eu recomendo igual cuidado - até porque é garantido que se o crime for consumado, serão exigidas perícias às quais dificilmente conseguirá escapar quem se apresentar conspurcado ou com cheiro comprometedor...

publicado às 20:11

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D