Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO EM ESTILO "ESPELHO MEU"...

espelho meu.jpg

 

Esta é uma primeira incursão no emaranhado conteúdo de cariz laudatório a que já nos vamos habituando, do último número do 'Boletim da Propaganda' do presidente da Câmara de Valongo.

Redigido em estilo "espelho meu", este boletim é uma das muitas formas que a 'nova' Câmara encontrou para melhor 'torrar' o dinheiro dos munícipes...

 

______________________________

 

A mentira:

aspas.png

Em Alfena, o Município concedeu um apoio de 100.000€ ao Atlético Clube Alfenense para apoiar a requalificação dos equipamentos desportivos localizados no domínio público. O apoio da autarquia é fundamental para que o Alfenense possa garantir os fundos comunitários. O contrato-programa garantirá para toda a comunidade benefícios de utilização pública, designadamente nos domínios da formação e da atividade física dos jovens e dos mais carenciados.

 

(Recorte do artigo com o título "Autarquia investe um milhão de euros em equipamentos desportivos)

______________________________

 

A verdade

aspas.png

A opinião do presidente da Junta

UNIDOS POR ALFENA

O MUNICÍPIO, ALFENA E O ALFENENSE

ARNALDO PINTO SOARES

É uma verdade indesmentível que a prática de desporto é um óptimo remédio para curar tantos males que grassam na nossa sociedade bem como uma oportunidade para os nossos jovens terem estilos de vida saudáveis. Por tudo isto o município de Valongo sempre realizou grandes investimentos nesta área. Veja-se os Pavilhões Municipais em Ermesinde, Valongo, Campo e Sobrado, o grandioso Estádio Municipal em Valongo, o recente arrelvamento do campo de Sobrado, o anúncio da intenção de expropriação do Estádio dos Sonhos em Ermesinde.
Em Alfena, foi o Centro Social e Paroquial a construir um Pavilhão e o Atlético Clube Alfenense a construir um enorme complexo desportivo, o mais amplo e melhor do concelho.
Fruto desta iniciativa e dinâmica o Atlético Clube Alfenense viu aprovadas duas candidaturas que permitem investimento de mais de 600 mil euros.
Como a comparticipação é de pouco mais de 400 mil euros o Alfenense pediu à Câmara, diga-se ao Presidente da Câmara, um apoio de 100 mil euros.
Foi o cabo dos trabalhos, porque a Câmara não podia, não tinha dinheiro e não fosse a oposição (o PSD e a CDU) e o Alfenense não teria recebido mesmo os 100 mil euros, mas apenas 90 mil euros depois de muita discussão.
Alfena fica triste pois é a Freguesia onde a Câmara nada investiu em termos de equipamentos desportivos e para apoiar com 100 mil euros teve que ser em guerra. Podemos dizer que o Partido Socialista que lidera a Câmara foi obrigado a dar os 100 mil euros por intervenção da oposição.
É triste como esta Câmara continua a desprezar Alfena e os Alfenenses.
Mas não são estas atitudes que nos calarão pois estamos unidos e temos razão.

 

(Este artigo dos Unidos por Alfena e de Arnaldo Soares conta toda a verdade sobre a forma como o presidente da Câmara tratou o Atlético Clube Alfenense e a Cidade de Alfena)

____________________________________

 

O mínimo que se pode dizer relativamente a este assunto, é que é preciso ter uma enorme 'cara de pau' para atirar à cara dos alfenenses - que não é 'de pau' - com esta mistificação de que a Câmara ajudou o Alfenense!

Nós ainda nos lembramos da grande discussão sobre a  'absoluta impossibilidade da Câmara poder dispor de qualquer ajuda em dinheiro para apoiar o Atlético Clube Alfenense e blá-blá-blá', da fase intermédia dos 90 mil euros e finalmente, depois de muita 'guerra' e 'jogo de cintura', dos 100 mil que era de quanto o Clube precisava para não perder o acesso ao financiamento!

 

Não há uma forma mais suave de dizer isto:

A Câmara não tem feito ao longo dos últimos anos a 'ponta de um corno' em Alfena - Melo só via Ermesinde e Valongo e até à hora de sair não teve tempo para 'mudar de óculos' - e com José Manuel Ribeiro as coisas apenas... pioraram! 

publicado às 00:10

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D